noticias

Marina na Beira Mar Norte (2)

POTENCIAL NÁUTICO

04/12/2015

Projeto de Parque Urbano e Marina na Beira-Mar Norte deve ser escolhido nos próximos meses

A proposta de implantação do Parque Urbano e Marina Beira-Mar Norte, em Florianópolis, deu mais um passo no dia 02 deste mês quando foi lançada a assinatura do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) pelo prefeito da Capital, Cesar Souza Junior. Pessoas físicas e jurídicas têm 30 dias a partir dessa data para manifestar o interesse na elaboração dos estudos e projeto, conforme descrito no edital.

A região em que se planeja montar a estrutura, que fica entre o trapiche (Praça Portugal) e a estação da Casan (Praça Sesquicentenária), tem como base estudos já realizados com relação a ordenamento náutico pela Ong FloripAmanhã e características como o dimensionamento de quebra-mares e dragagem da região, referências topográficas, marés, correntes, ondas e largura de canal de acesso, estas obtidas pelo estudo doado à Prefeitura pela Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF) com avaliação da empresa norte-americana CB&I. O projeto se dará por meio de uma concessão comum e será contemplado com espaço de recreação e lazer, além da marina com cerca de 500 vagas molhadas e capacidade para embarcações de no máximo 120 pés.

Um grupo fez visitas técnicas em órgãos e entidades como Ministério Público Federal e Estadual, SPU, AGU, CGU, Fatma, ICMBio e Capitania dos Portos para que tomassem conhecimento da iniciativa previamente, e conheceu de perto as instalações das marinas de Balneário Camboriú e de Itajaí.

Vocação náutica e turística

Para a secretária de Turismo de Florianópolis, Zena Becker, a vocação náutica de Florianópolis é indiscutível e há um enorme potencial turístico a ser explorado neste mercado. Hoje, acrescenta, é evidente a carência de infraestrutura para receber embarcações. “Estamos em uma ilha que não consegue desenvolver toda sua capacidade marítima porque não há estrutura para absorver a demanda”, destaca. 

Segundo a Diretora de Cidade e Soluções da ACIF, Maria Carolina Linhares, a instalação da marina será importante para a economia e até para a mobilidade urbana. “Além de movimentar outros setores como hotelaria, comércio, restaurantes e a própria indústria náutica, pode também ajudar a resgatar a cultura náutica da cidade, sendo um estímulo para a retomada do transporte marítimo”, destaca.

De acordo com a secretária Zena Becker, uma comissão técnica irá escolher o projeto que mais se adapta à realidade do município ou dentro do que a prefeitura pretende e, após análise, este será licitado. Zena garante que a obra não causará impacto na mobilidade da região: “A área escolhida para a implantação do projeto em Florianópolis já é contemplada por uma pista de desaceleração dos carros, que facilitará o acesso, além de se integrar aos modais da cidade (ônibus, bicicletas e pedestres), à rede hoteleira do Centro e à via gastronômica da rua Bocaiúva”, disse a secretária de Turismo, diz. A secretária afirma que em 2017 as obras estarão concluídas.

 

Fonte:  Jornal Imagem da Ilha



Ler mais noticias
Voltar
Voltar