Recursos Minerais Marinhos de Santa Catarina

Estudos e Projetos Nacionais

Alm do leo e do gs, o solo e o subsolo marinho brasileiro possuem mais riquezas no exploradas. Ainda podero ser extrados do mar, em grande quantidade e qualidade, os seguintes recursos:

1 - os agregados (areia e cascalho) para a indstria de construo civil e reconstruo praial;

2 - o estanho, aplicado na proteo de ligas metlicas por ser um metal resistente corroso, usado na indstria automotiva para o revestimento e acabamento de latarias;

3 - os carbonatos bioclssicos, formados de material orgnico como conchas calcrias e restos de algas podendo ser utilizado no corretivo de solo e na fabricao de cimento;

4 - as acumulaes fosfticas, usadas como fertilizantes, das quais pode ser retirado o fsforo para as indstrias qumicas;

5 os ndulos polimetlicos e as crostas cobaltferas, encontrados nas guas mais profundas a cerca de 5.000 metros abaixo do nvel do mar. So ricos em nquel, cobre, cobalto e mangans. As condies geolgicas e oceanogrficas do Atlntico Sul so mais favorveis formao de crostas cobaltferas. J dos Oceanos Pacfico e ndico, de ndulos polimetlicos.



Crosta Cobaltfera
Crosta Cobaltfera Brasil
Ndulos Polimetalicos
Minrio Ndulos Polimetalicos Brasil


No Brasil, a Comisso Interministerial para os Recursos do Mar (CIRM) tem a finalidade de coordenar os assuntos relativos consecuo da Poltica Nacional para os Recursos do Mar (PNRM) e tambm ao Plano Setorial para os Recursos do Mar, cujo objetivo conhecer e avaliar as potencialidades do mar e monitorar os recursos vivos e no-vivos e os fenmenos oceanogrficos e climatolgicos das reas marinhas sob jurisdio e de interesse nacional, visando gesto e ao uso sustentvel desses recursos e distribuio justa e equitativa dos benefcios derivados dessa utilizao.

Um dos projetos da CIRM o Programa de Avaliao dos Recursos Minerais da Plataforma Continental Jurdica Brasileira (REMPLAC) que tem o propsito de contribuir para o conhecimento do substrato marinho da Plataforma Continental Jurdica Brasileira por meio da avaliao dos seus recursos minerais, abordando as questes ambientais, de manejo e de gesto. Todas essas informaes esto sendo integradas e sistematizadas, alm da realizao dos estudos de viabilidade econmica e tcnica.

O Ministrio de Minas e Energia contribui com esses conhecimentos por meio do projeto Geologia da Plataforma Continental Jurdica Brasileira e reas Ocenicas Adjacentes, realizada pelo Servio Geolgico do Brasil (CPRM), que objetiva conhecer profundamente a geologia da Plataforma Continental Brasileira.

Recursos no Mar de Santa Catarina

No levantamento desses conhecimentos realizados at o momento, descobriu-se que, na rea jurisdicional do Estado de Santa Catarina, h grande quantidade de areia e cascalho, estimada em 5,2 bilhes de m3 em duas grandes regies de sua plataforma continental (reas compreendidas entre Laguna e Passo de Torres e de Itaja a So Francisco do Sul).

Na regio sul do Estado existe ainda uma grande rea martima com depsitos de carvo mineral, representando um elevado potencial econmico.

J em guas internacionais, bem mais afastado do litoral, regio denominada de rea pelo Direito Internacional Martimo, encontramos a Elevao de Rio Grande, uma grande extenso ocenica localizada na altura dos Estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul a cerca de 700 milhas nuticas (aproximadamente 1.300 Km) a sudeste da Ilha de Santa Catarina. Sua importncia est na presena de crostas cobaltferas em montes submarinos e nos topos planos de grandes montanhas submarinas denominadas de goyots. Nessas crostas existem metais como Cobalto, Nquel, Platina, Mangans, Tlio, Telrio, entre outros. O Elevado de Rio Grande est apenas a 800 metros abaixo do nvel do mar em uma regio com cerca de 4.000 metros de profundidade.



mapa maritima geofrafico costa brasileira

Atualmente, esses altos topográficos passam a ter um interesse estratégico para muitos países, pois os oceanos constituem as últimas fronteiras políticas, estratégicas e econômicas do planeta. Nós estamos presenciando, nos dias de hoje, a mesma situação que foi, para o Brasil, a linha do Tratado de Tordesilhas. A ONU, através da Autoridade Internacional de Fundos Marinhos, ou ISA ('International Seabed Authority'), deverá estar distribuindo aos países interessados, até o ano de 2011, as concessões desses recursos no Atlântico Sul. Portanto, o limite exterior da plataforma continental brasileira está em disputa no âmbito internacional. Se o Brasil não concluir as pesquisas necessárias nos próximos dois anos, perderá para outros países a possibilidade de exploração dessas áreas ricas e muito próximas de sua plataforma continental. Ao nos projetar agora além deste limite estaremos garantindo a presença do Brasil no Atlântico Sul e, consequentemente, criando as condições para maior bem-estar de nossas futuras gerações.

A Elevação de Rio Grande está sendo estudada pelo CPRM, por meio do projeto Geologia Marinha – Elevação de Rio Grande.

Recentemente, a CIRM criou o Programa de Prospecção e Exploração de Recursos Minerais da Área Internacional do Atlântico Sul e Equatorial (PROAREA), aprovado durante a 172ª Sessão Ordinária da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar, tendo como propósito identificar e avaliar a potencialidade mineral de áreas com importância econômica e político-estratégica para o Brasil, localizadas além dos limites da jurisdição nacional.

 

Outras informações:

Elevação do Alto do Rio Grande: Brasil recebe autorização internacional para extrair riquezas do leito oceânico.

http://multimar.ventoti.com.br/Elevacao-do-Alto-Rio-Grande

 

Iniciadas as pesquisas na Elevação de Rio Grande.

Comissão Elevação do Rio Grande - NH Sirius

Voltar